Adeus, News Feed

Nas últimas semanas surgiu um conflito… uma discussão interna sobre minha relação com o Facebook, o tempo que gastava usando a barra de rolagem no News Feed e a quantidade de informação-lixo consumida começaram a me incomodar ao ponto de que se houvesse um botão para formatá-lo, eu teria apertado ontem. Não consigo me ver excluindo completamente minha presença por lá, acho que isso se enquadraria perfeitamente em um suicídio digital, não tenho interesse em fazer isso, basicamente por conta de 3 fatores: 4NERD, Grupos (faculdade entra aqui) e Chat. Um dos reflexos desse descontentamento com o sr Mark foi a criação desse espaço aqui, resolvi trazer pra cá as reflexões mais pesadas já que Facebooks vão e vem, mas o bom e velho blog continua.

Gosto de dividir meus processos em fases, nesse caso não seria diferente. A fase 1 da minha desintoxicação foi instalar uma extensão no Chrome chamada Facebook Runner, com ela eu tenho o tempo exato que passo na aba do Facebook enquanto o Chrome estiver aberto, ela foi responsável por mostrar o tempo perdido ~ rolando ~, acredito que – de forma bem generosa – apenas 10% desse tempo total foi fazendo algo útil, claro, desconsiderando o chat que é outro sistema.

KillNewsFeed

Pronto! Depois de encarar o problema, cheguei na fase 2, a fase que originou esse post. Com ajuda de uma outra extensão chamada Kill News Feed eu … hã… matei meu News Feed!

Quanto instalei ela, meu primeiro pensamento foi: “Ela não vai durar muito tempo aqui”, mesmo eu não aguentando mais o feed, pensava que removê-lo completamente talvez fosse muito radical, daí pensei (enquanto rolava ele, claro): “Eu não uso mais o news feed pra ler notícias já faz um bom tempo graças ao Feedly e eu estou louco pra pedir divórcio do Facebook… então porque não?”, instalei, estou usando e aqui estão algumas das minhas observações:

  • Com o Kill News Feed, o Facebook não ficou inútil – Ainda navego pelos grupos, páginas e converso com meus amiguinhos no chat sem problema, vou lá, faço o que tenho que fazer e saio. Simples.
  • Eu tenho uma filosofia na minha vida: Se alguma notícia for relevante/importante pra mim, com certeza ela chegará aos meus ouvidos (olhos), no caso do Facebook eu tenho as notificações ao meu favor, se alguém me marcar, publicar nos grupos relevantes ou falar comigo, eu saberei e se for algo urgente tenho certeza que ninguém vai falar comigo pelo Facebook, no mínimo uma mensagem no Whatsapp ou em casos extremos uma ligação (ligação é tema pra outro post).
  • News Feed apenas no celular ou no tablet – O que é de certa forma bastante lógico, já que se eu estou no celular é porque não estou fazendo nada de importante, então posso matar tempo.
  • Surpreendentemente não sinto falta das publicações, pratiquei um desapego geral, os textos dos meus colegas blogueiros continuam chegando até minha pessoa por meio do Feedly e caso eu deseje ver uma publicação de algum amigo, eu vou até o perfil dele e se você parar pra pensar isso é algo bom, reflita: Quantas pessoas você realmente precisa saber o que estão falando … seja sincero, pode parecer insensível, mas você não se envolve com todos seus 5000 amigos.

Depois de matar meu News Feed (claro, migrando minhas fontes de conteúdo pra um lugar mais sério antes), ele ficou mais útil… mais objetivo pra mim e o fator “perda de tempo” foi reduzido drasticamente, uma maravilha. Quer discutir sobre isso e transformar esse “monólogo” em algo mais interessante? Finalmente consegui reativar a área de comentários aqui na parte inferior, sinta-se livre para expor sua opinião.